top of page

Anais da 4ª Semana Integrada de Ciência e Tecnologia de Gurupi/TO (SICTEG): Ciência para Redução das Desigualdades

VIGOREXIA EM PRATICANTES DE ATIVIDADE FÍSICA

Título do Trabalho

VIGOREXIA EM PRATICANTES DE ATIVIDADE FÍSICA

Autores

Renato Reis Coelho, Rickson Mathaus Lopes Andrade, Djosci Coêlho de Sá Júnior, João Bartholomeu Neto, Victoria Carolinne Oliveira Silva, Kamilla Dutra Silva

Modalidade

Pôster / Resumo Expandido

Área Temática

Ciências da Saúde (CS)

DOI

DOI Placeholder.png

Resumo

Introdução: Este estudo aborda os impactos negativos na saúde psicofísica de homens e mulheres que praticam atividades físicas e sofrem de distorções na percepção da própria imagem corporal, especificamente a vigorexia. Esta condição é caracterizada pela obsessão em aumentar a massa muscular, levando a comportamentos extremos relacionados ao exercício e dieta. Objetivo: Investigar o papel crucial dos profissionais de Educação Física no suporte a indivíduos com vigorexia. Este objetivo é fundamentado através de uma análise detalhada da literatura existente, enfocando em estudos descritivos e análises sistemáticas de conteúdo previamente publicados. Material e Métodos: Utilizamos uma metodologia estruturada em várias etapas, incluindo: a coleta de dados; a seleção e leitura crítica de artigos via Google Acadêmico e Scielo, resultando na escolha de 44 artigos publicados entre 2002 e 2017, em português e de acesso livre. Após a aplicação dos critérios de inclusão, 31 artigos foram selecionados para análise. Adicionalmente, empregamos a consulta a dicionários para esclarecer termos técnicos e realizamos uma discussão aprofundada sobre os achados. Resultados: Os achados literários destacam uma prevalência significativamente maior de vigorexia entre homens, comparativamente às mulheres. Foram observados também o uso frequente de anabolizantes, distúrbios alimentares e uma prática excessiva de exercícios, especialmente os de força máxima, ao longo da semana. Conclusão: Concluímos que os profissionais de Educação Física desempenham um papel fundamental e benéfico na identificação e intervenção de casos de vigorexia entre atletas. É imperativo que estes profissionais estejam bem preparados para reconhecer tanto os sinais físicos quanto psicológicos associados a essa condição. Eles devem estar constantemente atualizados e treinados para oferecer um suporte integrado e eficaz, motivando seus alunos a alcançarem um estado de saúde integral, enfatizando a importância de um treinamento equilibrado e consciente, além do mero aumento de massa muscular.


Palavras-chave: Vigorexia; Imagem Corporal; Educação Física; Treinamento; Fisiculturismo

ISBN

978-65-00-94313-9

bottom of page